Geciano Vieira
Esporte


Junior Mariano
Criminalística


Deoclecio Neto
Religião & Politica


Rey Mendes
Literatura


Carlos Eduardo
Interior


Major Elizete
Ponto de vista


Elpídio Jr
Primeira Capital


Jackson Coêlho
Jornalismo de rua


Valdete Santos
Fé em foco

Homem natural de Colônia é acusado de abusar de esposa e filha e mantê-las em cárcere privado

Uma equipe da Polícia Civil da Delegacia Regional de Oeiras, sob o comando do delegado Antônio Nilton, prendeu nesta terça-feira, 24, o homem identificado por Valterlan de Jesus Paz Xavier, acusado de manter a esposa e os dois filhos menores em cárcere privado e abusar sexualmente de sua esposa e da filha de 15 anos.

Além do abuso sexual e do cárcere privado, Valterlan ainda torturava a esposa e filhos, com queimaduras de cigarro e outras atrocidades.

As atrocidades cometidas por Valterlan de Jesus levaram sua esposa a uma tentativa de suicídio. Logo após, o acusado socorreu a mulher, levando a UPA e após atendimento, devido ao seu estado de depressão, foi encaminhada ao CAPS para o tratamento.

Mesmo em atendimento no CAPS, Valterlan continuava a monitorá-la e manter as torturas. Aconselhada, a mulher relatou os abusos sofridos por ela e pela filha e todas as atrocidades cometidas pelo marido.

As informações foram encaminhadas a polícia, que efetuou a prisão de Valterlan em flagrante em sua residência localizada no Conjunto Oeiras, bairro Rodagem de Picos.

O acusado é natural da cidade de Colônia do Piauí, e em depoimento negou os fatos. Mas segundo o delegado Antônio Nilton, os depoimentos das vítimas são muitos consistentes, não deixando dúvidas sobre os crimes cometidos por Valterlan.

P.S. De acordo com a nova Lei de Abuso de Autoridade a exibição de fotos só pode ser feitas com autorização do preso, sob risco de Pena de seis meses a dois anos de detenção.
Fonte: Mural da Vila

Redator

Formado em Ciência da Computação, Jornalista, Designe, Casado, 35 anos. Redator Geral do Site Colônia News, Coordenador de propaganda e estrategista Politico. Whatsapp: 89 99439 - 9313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *