A honra, parece estar fora de moda

Na antiguidade fazia parte do código de conduta dos cavaleiros várias virtudes, dentre elas a honra, fator que os levava a manter sua palavra ainda que fossem ultrajados, sentenciados a morte, eram fiéis ao código. Sobre eles pesava a nobreza de proteger e zelar pelo bem comum. E de forma humilde olhar a todos como iguais, independentemente de sua condição social, sem partidarismos.

Ofender outrem, era algo inimaginável para um cavaleiro, pois buscava de maneira honrosa respeitar aqueles que os cercavam, principalmente os mais desfavorecidos. Miravam sempre a amizade, e sabiam que todo conceito de disputa egoísta, leva ao caminho da desonra e inimizade; coisas das quais eles fugiam.

Olhando para o cenário atual de 2020, parece-me que honra, amizade, humildade, deram lugar ao desrespeito. As grosserias destronaram a amabilidade, as ofensas suplantaram o afeto natural, o desdém tomou posse dos corações. As inversões de valores são tão gritantes, a ponto de se defender uma cadela, e se aniquilar o ser humano, diminuindo com palavras pejorativas ou de baixo calão.

Notadamente a honra está fora de moda, o que ganhou os holofotes fora outra palavra a “empatia”, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, bom seria se isso fosse verdade, pois empatia é irmã da honra, e na realidade o que temos vistos são ataques destrutivos aos nossos semelhantes, atingindo muitas vezes naquilo que eles prezam mais, sua integridade.

Será se precisaremos voltar ao tempo da cruzadas para resgatar estes valores? As relações humanas cada dia que passa se tornam mais frágeis, e as pessoas não tem se dado conta disso.

Deus proteja Israel.

Deus em Cristo nos abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *